New Super Mario Bros

Os bons tempos sempre voltam
A enorme expectativa em torno de um Super Mario RPG 2 aguou quando Paper Mario chegou às lojas, em 2000. O jogo não era fraco, embora o visual pós-moderno do protagonista, encanador bidimensional em um mundo tridimensional, tenha broxado aqueles que esperavam enxergar cada polígono do famoso boné vermelho.

O parágrafo acima é totalmente inútil. Só serve mesmo para contrastar o game citado com o que realmente importa - New Super Mario Bros. Lançado em 2006, mostra uma Mushroom Kingdom bidimensional (assim como os primeiros Super Mario Bros), habitada por personagens tridimensionais. É o único jogo que conheço com essa curiosa característica.

Resultado é que New Super Mario Bros une o estilo consagrado nos primeiros games de plataforma do bigodudo com toques de modernidade. Além dos gráficos tridimensionais, vários comandos foram trazidos da era 64 bits. Wall kicks, pulos triplos e bundadas marcam presença.

Por falar em 64 bits, a impressão que se tem é que New Super Mario Bros é uma mistura de Super Mario 64 com Super Mario Bros 3. Do clássico de Nintendo 64 vêm os movimentos e os personagens redondinhos. De Super Mario Bros 3 vêm quase todo o resto, especialmente o aclamado design de estágios.

É impressionante como a Nintendo consegue fazer com que eu fique preso na mesma fase por meia hora em busca de uma saída secreta ou moeda especial. Conheço todos os macetes dos games anteriores da franquia, e mesmo assim há muita coisa escondida de maneira surpreendente. Esse cuidado com os segredos é que extende a longevidade de New Super Mario Bros. Jogadores despreocupados deverão salvar a princesa em menos de cinco horas. Os preocupados ficarão atolados durante o triplo deste tempo.

Para ajudar nesta empreitada, novos power-ups surgiram em Mushroom Kingdom. Além do tradicional cogumelo e flor de fogo, há o cogumelo que deixa Mario gigante, outro que o encolhe e uma carapaça à la Hammer Bros que também apareceu em Super Mario Bros 3. No entanto, ao invés de atirar martelos, o encanador ganha a chance de derrubar todo mundo enquanto corre.

Itens para voar? Nada de pena, capa ou roupa de guaxinim. Só dá de voar de carona em Lakitus. Além desta sentida, mas compreeensível ausência, o dinossuro Yoshi também não aparece (a não ser em mini-games). Isso não dá para entender.

No entanto, os poucos defeitos não obscurecem a inegável qualidade de New Super Mario Bros, tanto que o game vendeu mais de 15 milhões de cópias, sendo o terceiro mais vendido do Nintendo DS. Mamma mia!

2 comentários:

Francisco Machado disse...

Bom post.

Anônimo disse...

bom comeco